Absenteísmo: Sua empresa se preocupa com isso?

Início Blog Absenteísmo: Sua empresa se preocupa com isso?
Absenteísmo: Sua empresa se preocupa com isso?

Muito se tem ouvido falar sobre a palavra absenteísmo, talvez até pareça para alguns, uma palavra complicada, mas ela é muito comum na área de Recursos Humanos. Afinal, o que é absenteísmo?

O termo “absens” vem do latim e significa abster-se, se afastar de algo. Ou seja, o absenteísmo diz respeito a estar ausente de algo, faltar a uma tarefa ou compromisso.

Pensando num ambiente corporativo, é de suma importância que sejam analisadas toda e qualquer fonte geradora de absenteísmo, e não somente isto, é fundamental que as empresas tratem todas as causas que possam impactar no bem-estar de seus colaboradores e consequentemente melhorar o índice de ausência.

O que é absenteísmo?

Absenteísmo no trabalho ou ausentismo é um padrão de falta dos funcionários por ausência física ou da ausência da prestação do serviço, para aqueles trabalham na modalidade home office. Ele é medido a partir da quantidade que um colaborador acumulou em determinado período. A ausência pontual de uma pessoa não costuma afetar a empresa, mas quando ocorre com muita frequência, se torna um sinal de alerta, nesse caso, é preciso que a empresa possua um canal, que quase sempre é realizado pelo RH, para identificação das causas.

Pensando sobre este assunto pergunto: As empresas de um modo geral se preocupam em avaliar as causas do absenteísmo? Talvez a resposta seja simples, mas o assunto tem uma gravidade que vai além do que aparentemente se apresenta.

Dentre as mais diversas causas, uma coisa é certa, elas sempre passam por questões pessoais, familiares e até mesmo por motivos causados pela própria empresa, seja pelo clima organizacional, seja por outras questões que impactam na vida dos colaboradores como: Condições de trabalho ruins ou que impedem o trabalhador de desempenhar o seu papel e função, discriminação, bullying, falta de reconhecimento, desvalorização, excesso de trabalho, altos níveis de estresse, transtornos de ansiedade, relacionamento ruim com o trabalho em equipe e etc.

A importância deste assunto

Diante do exposto, já dá para ter uma boa ideia das consequências que o absenteísmo pode provocar, e para clarear o raciocínio sobre a gravidade do tema, listo aqui pontos como: Produtividade baixa, baixa integração na equipe, desmotivação na área, elevada rotatividade na empresa, custos diretos e indiretos relacionados às faltas, aos processos de contratação e demissão, treinamento, integração e consequentemente a queda nos lucros.

Então, como podemos identificar os fatores causadores do absenteísmo? Antes de mais nada, é fundamente que o processo de conscientização da alta gestão da empresa, esteja bastante enraizada, todos devem ter ciência de que este tema é importante. As ações mais eficazes que podemos destacar são: Pesquisas de clima organizacional, ouvidoria, programas de qualidade de vida, conscientização com toda empresa, sobre os tipos de absenteísmo identificados, planos de carreira, avaliações de desempenho e feedbacks e política de trabalho flexível. 

Portanto, é fundamental que a área eleita para cuidar deste assunto, gerencie as métricas, através de software de Folha de Pagamentos ou Controle de Ponto, para que então, os diferentes tipos de absenteísmo sejam identificados e solucionados, pois na ausência desse diagnóstico, o absenteísmo pode se tornar um problema crônico, e quando percebido, a dor para corrigir, será bem maior do que para gerenciar.

Escrito por: Alexander Souza